Vacinação da gripe começa no Brasil

2011-04-26
service
O aposentado Joir Fonseca de Moraes, 73 anos, e Rayane Tarabey, seis meses, aproveitaram o primeiro dia da Campanha Nacional de Vacinaçao, que começou ontem, e foram imunizados contra os três principais vírus da gripe que circulam no Hemisfério Sul, inclusive o da gripe A (H1N1). Até o dia 13 de maio, idosos, indígenas, profissionais da saúde, gestantes e crianças (entre seis meses e dois anos) poderão fazer a vacina. Basta procurar um posto de saúde. Como gosta de não deixar as coisas para a última hora, Joir quis aproveitar o primeiro dia da campanha. Foi até o centro de saúde do Centro da Capital, que fica junto à Policlínica, o lugar mais próximo de sua casa. É justamente essa a recomendação para os interessados na vacina. – A norma da minha vida é fazer as coisas o mais rápido possível. Por isso, vim logo. Não doeu e eu esperei, no máximo, cinco minutos – conta. Até a presidente Dilma Rousseff, 63 anos, foi vacinada ontem. – Eu faço um apelo. A aplicação é rápida, não dói, e sugiro que todo mundo que está enquadrado na questão da vacina se imunize – disse. Segundo o diretor da Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina, Luis Antonio Silva, tudo ocorreu de forma tranquila, ontem, no Estado. – As pessoas têm até o dia 13 para se programar. E quem não puder se vacinar nos dias de semana, terá a chance de ser imunizado no sábado – explica o diretor. Sábado será o Dia Nacional da Vacinação. Entre 8h e 17h, os postos de saúde atenderão os interessados. No mesmo dia, deve ser divulgado um balanço da campanha no Estado. A meta, em Santa Catarina, é atender 1 milhão de pessoas, 80% do público-alvo. Mona Tarabey, 24 anos, quis proteger a filha Rayane. Ela aproveitou a ida ao posto de saúde, já que a menina teve de tomar outras quatro vacinas. – Quero que ela fique saudável. mauricio.frighetto@diario.com.br MAURÍCIO FRIGHETTO A vacina A composição da dose é determinada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Ela observa os tipos de gripe mais prevalecentes nos hemisférios Sul e Norte e indica a composição da vacina. O PÚBLICO-ALVO - Além das pessoas com idade a partir de 60 anos e indígenas, já tradicionalmente contemplados nas campanhas anuais, foram incluídos outros três grupos prioritários: gestantes, crianças com mais de seis meses e menos de dois anos e profissionais de saúde. Em Santa Catarina, 1 milhão de pessoas devem ser vacinadas até o fim da campanha. No Brasil, a intenção é chegar às 23,8 milhões de pessoas imunizadas. PERÍODO - De 25 de abril a 13 de maio. ONDE SE VACINAR - Gratuitamente, em postos de saúde de todo o Estado. Mediante pagamento, em clínicas particulares, com preços que variam de R$ 48 a R$ 70. EFICÁCIA E PROTEÇÃO - A vacina garante cerca de um ano de proteção. A partir de seis meses da aplicação, o organismo começa a perder os anticorpos. A eficácia gira em torno de 70% e 90%, dependendo de cada organismo. Em pacientes imunodeprimidos, esse índice é mais baixo. Mesmo assim, qualquer pouco que se proteja é vantagem. CONTRAINDICAÇÕES - O ideal é que a vacina não seja aplicada durante período de febre, já que a dose pode provocar aumento da temperatura e isso, em alguns casos, confunde os sintomas. A produção da vacina é feita em ovos embrionados, por isso, pessoas alérgicas à ingestão de ovo não devem tomá-la. EFEITOS COLATERAIS - Nenhuma vacina é 100% livre de algum tipo de reação. Há a possibilidade de reações locais, como inchaço e dor. Pode ocorrer febre, dor no corpo e nos músculos, que são sinais de o corpo estar reagindo à entrada de um organismo que impulsiona a produção de anticorpos. O vírus contido na vacina é inativado (morto) e de forma fragmentada. Não tem possibilidade da vacina provocar a doença. Qualquer uma dessas reações deve passar em dois dias. Fonte: DC


© AFESSC
2018 Todos os direitos reservados.


Horário de funcionamento

Segunda a Sexta
das 08:00 às 12:00 hs
das 13:00 às 18:00 hs


AFESSC

Rua: General Vieira da Rosa, 22 - centro - Florianópolis - SC 

Fones:(48) 3224-7909 / 3224-3048 / 3324-2510 



Newsletter

Cadastre-se e receba nossas notícias